betmotion

Atividade física ajuda jogadora de vôlei de praia a superar câncer

Ana Paula Mello teve "recuperação foi muito mais rápida do que a de outras pessoas nas mesmas condições e hoje ela está com ótima saúde”, dizem amigas de Jogos Nacionais do Sesi

Micherlene, Ana Paula e Camila, da Indústria Naval do Ceará, em Fortaleza,competem juntas há seis anos

Juntas, Ana Paula (38), Micherlene (31) e Camila (26) enfrentaram diversas dificuldades desde que passaram a treinar e competir juntas no vôlei de praia há seis anos, em Fortaleza. Elas trabalham na Indústria Naval do Ceará (Inace) e participam desta edição dos Jogos Nacionais do SESI, no Rio de Janeiro, pela sétima vez. Além disso, marcaram presença em quatro jogos mundiais representando o Brasil no exterior.

Aliar a rotina no trabalho com família e o esporte não é fácil. Ainda mais para elas, que já derrotaram tantas equipes ao redor do mundo e em várias cidades brasileiras. No entanto, o maior desafio encontrado, nesse tempo, foi ano passado. “Estávamos voltando da Itália, após um mundial do SESI, quando comecei a sentir muitas dores. Fui ao médico e descobri um câncer na tireóide”, conta Ana Paula Mello, que atua na área de contabilidade na Inace.

Com a notícia, a equipe, também formada pela dona da empresa, Flávia de Barros, ficou em choque. “Ela teve que nos deixar para fazer o tratamento. Fez a cirurgia para retirar o tumor em agosto de 2012, fazia a quimioterapia e tinha várias restrições para trabalhar e limitações alimentares. Claro que também teve de parar de jogar, pois não podia nem pisar na areia”, relata a publicitária Micherlene Alves.

Para a surpresa de todas, principalmente da própria Ana Paula, ela voltou ao trabalho apenas dois meses e depois e, em seguida, à areia. “A recuperação foi muito mais rápida do que a de outras pessoas nas mesmas condições. O médico disse que uma grande influência disso foi a prática do esporte e hoje ela está com ótima saúde”, completa a amiga Micherlene.

COMPROMETIMENTO – Ana Paula começou a jogar vôlei aos 14 anos apenas como brincadeira e, desde então, nunca mais parou. Ao ser contratada pela Inace, em 2004, logo entrou para a equipe de vôlei de praia. “Treinamos três, quatro vezes por semana. Essa aqui é a nossa segunda família”, diz a atleta. Para ela, o esporte proporciona benefícios ao dia a dia na empresa e dentro de casa. Ouça o que ela disse ao betmotion clicando aqui, logo após o primeiro jogo, no Rio de Janeiro.

De acordo com Micherlene, o exemplo da equipe estimula os funcionários da Inace. “É um incentivo pra gente e para os outros mil trabalhadores da nossa empresa. Lá temos um campo de futebol society, uma quadra de vôlei de areia e uma academia, tudo dentro da Inace. A Flávia (dona) nos dá todo o apoio que precisamos”, afirma.

Os Jogos Nacionais do SESI vão até domingo, no Rio de Janeiro. Mais de 1.200 trabalhadores de 250 empresas de todo o país participam da competição, que conta com dez modalidades diferentes. 

Relacionadas

Leia mais

Simpatia e descontração ganham as arquibancadas dos Jogos Nacionais do SESI
Campeão no vôlei de praia exalta ensinamentos do esporte para a profissão
Jogos Nacionais do SESI disponibilizam serviços de beleza para atletas

Comentários

betmotion Mapa do site